Buscar
  • Por Oficina Talentos

Se tornando produtivo ao trabalhar Home Office

O Home Office, prática já conhecida no mercado de trabalho, se tornou a principal escolha para as organizações conseguirem lidar de maneira mais assertiva e reduzirem a velocidade de contágio.


Chega a ser comum pensar, quando se trata de home office, que se pode trabalhar em qualquer mesa e cadeira sem certas cautelas necessárias, mas para manter – e até aumentar – a produtividade, é importante se atentar a alguns detalhes. É possível criar alguns hábitos que sejam capazes de melhorar a experiência do colaborador e, consequentemente, continuar produzindo resultados. Cabe também aos gestores se atentarem às novas maneiras de gerir remotamente as equipes e ao RH gerenciar todo o processo de forma moderna e digital.


Seja usando desktop ou notebook, é importante pensar no seu novo ambiente de trabalho, de forma a deixa-lo o mais agradável possível. Por mais que a cama seja um local bem aconchegante, não é recomendado que se trabalhe deitado ou sentado nela. Escolha um local adequado, com privacidade e sem distrações. Dê preferência para ambientes com baixa circulação de pessoas: organize uma mesa no seu quarto ou adapte um cômodo para ficar destinado a ser o seu novo escritório. Assim, você evita interrupções indesejadas. Além disso, é importante que esse ambiente tenha uma boa ventilação, para que você não sinta muito calor ou frio e consequentemente se desconcentre das demandas. É importante verificar a instalação elétrica desse ambiente, ou seja, verifique se as tomadas estão funcionando, se a luz é adequada e se precisará de algum adaptador. Deixe também facilmente disponível os itens que mais usa, como cadernos, canetas e pastas.


O bem estar do colaborador é de extrema importância nesse momento, sendo potencializado a partir das ações:


1. O pijama não é o melhor traje de trabalho. Esteja arrumado para o dia e para uma eventual videoconferência. Adapte esse detalhe da sua rotina como se estivesse se arrumando para ir trabalhar presencialmente.

2. Se dê pausas breves durante o expediente, pois isso proporciona maior concentração e te deixa mais disposto para continuar trabalhando por mais tempo. Levante da mesa, caminhe pela casa, se alimente e beba água.

3. Fazer exercícios que promovam autoconhecimento é um desafio, porém é o melhor momento para prestar atenção em como você funciona. Analise quais os horários são mais produtivos, a melhor dinâmica de trabalho, entre outros

4. Selecionar os canais de comunicação adequados para cada ocasião, a fim de evitar gerar ruídos na comunicação. Para assuntos em que seja necessário priorizar as chamadas de vídeo e videoconferências.

5. Estipule e siga o horário de almoço, respeitando a carga horária presencial (1 hora, por exemplo). Além disso, o horário de entrada e saída deverão ser seguidos da mesma forma que é feita presencialmente, a fim de evitar as horas extras.


Home office x Crianças

Nesses tempos de isolamento social algumas dúvidas surgiram para os pais que começaram a fazer home office: trabalhar ou dar atenção aos pequenos? Como conciliar o tempo com as crianças? Como criar uma rotina? Por isso, o iCasei traz algumas dicas de como enfrentar essa nova fase juntos, em família e de uma maneira leve!


Com as aulas adiadas, as crianças ficam em casa durante o dia todo e com cada vez mais energia acumulada. Ter a presença dos pais, nesse cenário, estimula as crianças ainda mais, mas é preciso o planejamento de uma rotina que inclua o cuidado com as crianças para que não ocorram interferências no trabalho. Pode ser muito difícil para as crianças entenderem a gravidade da atual situação e que elas precisam ficar em casa para evitar maiores problemas para a sociedade. Para que isso não ocorra, deve-se conversar com os menores para esclarecer que, apesar de estarem em casa, vocês continuam com suas responsabilidades profissionais.


Estabeleça alguns combinados. Não volte atrás nas suas decisões, mas entenda o lado dos pequenos também. É possível também reservar algum tempo para seus filhos de forma lúdica: monte um mini escritório para eles ao seu lado, isso pode ajudar a entretê-los. Se você conta com outro adulto na casa para dividir os cuidados das crianças durante o período de trabalho remoto, crie turnos. Uma alternativa é convocar avós, tios, primos e amigos para ter encontros virtuais com as crianças para ler, brincar, cantar ou dançar juntos enquanto você trabalha.


Gestão remota

O gestor tem papel ainda mais estratégico e fundamental no cenário proporcionado pelo Corona vírus. Estabelecer o controle da equipe e mantê-la engajada é um desafio. O gestor deve manter a sua equipe bem informada e integrada, buscando agendar reuniões de follow-up com maior frequência. Detalhes sobre tarefas individuais podem ser tratadas depois e de várias maneiras, sendo algumas em vídeo, outras apenas pelo telefone ou até mesmo pelos canais de comunicação da empresa. Contudo, para não deixar a rotina muito cansativa, essas reuniões devem mudar sua periodicidade e horários. Além disso, deve se mostrar ainda mais disponível para o esclarecimento de dúvidas.


Dicas para ajudar na hora de criar sua rotina de home office:

1- Escolha um local específico para o trabalho: de preferência o mais longe possível do agito da casa. Pode ser um cantinho no quarto, na sala, embaixo da escada. O importante é deixar este espaço limitado e avisar todos na casa que só você pode mexer ali.

2 – Converse com todos na casa sobre o fato de você estar fazendo home office: avise que apesar de estar ali presente, não está disponível. Dependendo da idade dos filhos, vale trabalhar com alguma forma de sinalização, que pode ser o uso do crachá, um post-it no notebook ou na cadeira. Aqui vale ser pensado em conjunto, e uma vez naquele “modo”, você pode brincar, resolver brigas, cozinhar…

3 – Vista-se para trabalhar: não precisa ser algo elaborado ou muito chique, mas é válido tirar o pijama para no modo “trabalho”. Isso ajuda a produzir melhor, a estar pronto para algum call de última hora e impacta até na auto-estima.

4 – Na noite anterior, separe um tempo para pensar na agenda do próximo dia: veja quais são as suas atividades de trabalho, de casa, divida as tarefas, converse com as crianças e explique como será a rotina no dia seguinte.

5 – Se precisar, acorde mais cedo que seus filhos: assim é possível organizar a rotina e talvez adiantar algum trabalho pendente.

6 – Faça pausas para dedicar maior atenção à criança e respeite os momentos de alimentação e sonecas.: isso a fará buscar menos você nos outros momentos.

7 – Divida as tarefas e brincadeiras: é importante dividir isso com o (a) parceiro (a) e também com os pequenos, quando eles já podem ajudar. E lembre-se: mantenha a calma! Não tem necessidade de dar conta de tudo o tempo todo.

8 – Uma vez encerrada sua jornada de trabalho, esteja presente para a sua família: este é o combinado que delimita a vida pessoal da profissional. Tente estar 100% presente durante o período dedicado a cada uma dessas partes. Mas, tenha em mente que ter jogo de cintura e flexibilidade é preciso.

Fonte: https://revista.icasei.com.br/

0 visualização

Portal do Candidato

  • Grey Facebook Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Instagram - Cinza Círculo

Rua da Consolação, 348 - conj. 121   Consolação - São Paulo - SP 

CEP: 01302-000 - Fone:(11)3892-9982

© 2014 - by OFICINA DE TALENTOS  RH  Todos direitos reservados- criação ANBInfo